UERJ Técnicas de pesquisa de fontes bibliográficas e virtuais

Professora Ieda Magri

Março: Aula 1- Apresentação da disciplina

As aulas 2 e 3 estão reservadas para leitura dos textos da etapa teórica e/ou pesquisa de autores conforme lista e fichas anexas, caso já tenham entendido a proposta da pesquisa.

Abril e maio: Os críticos

Aula 4 – O poeta e o mundo — Wislawa Szymborska O poeta e o mundo | piauí_8 

Aula 5 – O discurso da crise e a democracia por vir — Marcos Siscar (poesia+e+crise_20pp_texto completo na p. 541c)

Aula 6 – Possibilidades da nova escrita literária no Brasil — Beatriz Resende (texto na pasta 541c)

Aula 7 – Objetos verbais não identificados: um ensaio de Flora Süssekind – Prosa: O Globo

Aula 8 – O fetiche morreu. Viva o fetiche — Ítalo Moriconi  (A reinvenção do fetiche literário – Prosa & Verso: O Globo)

Maio e junho: Os escritores

Aula 9 – Apresentação do mapa dos escritores brasileiros em atividade

Aula 10 – Apresentação da proposta de pesquisa: levantamento de dados de 38 escritores brasileiros contemporâneos. Confecção de ficha com tudo o que eles publicaram, tudo o que se disse sobre eles e mapeamento dos países em que estão traduzidos e por quais editores e tradutores. Cada aluno escolhe um autor e, além da ficha, deve fazer também a resenha de um dos livros do autor pesquisado.

Aulas 11 e 12 – Reservadas para auxílio na confecção das fichas (que podem ser feitas em casa ou no laboratório de informática) e para discussão das técnicas na busca de fontes.

Junho e julho: Trabalhos

Aulas 13, 14 e 15 – Apresentação das fichas e dos livros lidos e entrega das resenhas

Todos os textos se encontram na pasta da disciplina (541c) na copiadora do andar 11.

Referências

LINS, Vera; PENJON, Jacqueline; SUSSEKIND, Flora. Interpretações literárias do Brasil moderno e contemporâneo. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.

RESENDE, Beatriz; FINAZZI-AGRÓ, Ettore (Org.) Possibilidades da nova escrita literária no Brasil. Rio de Janeiro: Revan, 2014.

SISCAR, Marcos. Poesia e crise. Campinas, São Paulo: Editora da Unicampi, 2010.

Mapa da publicação/recepção: AUTORES BRASILEIROS publicados entre 2000 e 2015

1 – Autor:

Nascimento:

Local:

2 – Publicações

Primeiro livro:

Ano e editora:

Gênero:

Segundo livro:

Ano e editora:

Gênero:

(Fazer até o último livro)

3 -Tem publicação fora do Brasil? Se sim, listar:

Título:

Editora:

Local (cidade, país) e ano:

Tradutor:

Tem financiamento? Se sim, de quem?:

(Repetir para todos os livros traduzidos até o último. Se o autor tiver muitas traduções do mesmo livro, apenas copie e cole as informações)

4 – Já foi premiado? (Listar todos os prêmios e indicações a prêmios):

Prêmio:

Livro:

Ano:

5 – Teve bolsa para escrever algum dos livros?

Livro:

Ano:

Bolsa: Petrobras (   )   Funarte (   )  Biblioteca nacional (   )  Vitae (   )    Outra (   ) Qual? ––––––––

6 – Resenhas, críticas e entrevistas (informar veículo em que foi publicada, data de publicação e nome do crítico/resenhista/entrevistador) e incluir link se tiver:

Título da resenha/comentário:

Nome do comentarista/crítico:

Nome do livro/ jornal/ blog em que foi publicado:

Data:

Link:

(Repetir para todos os comentários/ críticas).

7 – Participou da Flip? Em que ano?

8 – Participação em programas de TV:

9 – Outras informações importantes (se tem blog, se edita alguma revista, se tem outra profissão etc.):

10 – Livro escolhido para resenha:

11 – Resenha

12 –  Aluno responsável pela ficha e resenha:

Nome:

E-mail:

Lista de autores a serem pesquisados

  1. Hélio Pólvora
  2. Manoel Herzog
  3. Rogério Pereira
  4. Armindo Trevisan
  5. Ana Elisa Ribeiro
  6. Guilherme Gontijo Flores
  7. Alberto Lins Caldas
  8. Rodrigo Garcia Lopes
  9. Edson Cruz
  10. Gastão Cruz
  11. Luis Maffei
  12. Ana Luísa Amaral
  13. Rodrigo Rosp
  14. Sérgio Fantini
  15. Monique Revillion
  16. Claudia Tajes
  17. Lourenço Mutarelli
  18. Moacir Félix
  19. Mário Araújo
  20. Rodrigo Magalhães
  21. Elisa Andrade Buzzo
  22. Flávio Aguiar
  23. Anderson Braga Norata
  24. Alberto da Costa e Silva
  25. Mário Pontes
  26. Rodolfo kondes
  27. Cláudia  Roquete Pinto
  28. Luis Giffoni
  29. Arthur Nestovski
  30. Geraldo Mello Mourão
  31. Marcus Acciolly
  32. José Roberto Torero
  33. Alphonsus de Guimarães Filho
  34. Dora Ferreira da Silva
  35. Artur Eduardo Benevides
  36. Antônio Risério
  37. Frederico Barbosa
  38. Milena de Almeida Rodrigues
  39. Dalton Trevisan
Advertisements

UERJ Prática de interpretação de textos I e II

Professora Ieda Magri

Maio: Teorias

Aula 4 (5 ou 7) – Contra a Interpretação – Susan Sontag

Aula 5 (12 ou 14) – Políticas da literatura, Jacques Rancière (texto na pasta 541b)

Aula 6 (19 ou 21) – Essa estranha instituição chamada literatura, Jacques Derridá (texto na pasta 541b)

Aula 7 (26 ou 28) – A cisão do olhar, Didi-Huberman didi-huberman, g. o que vemos, o que nos olha

Junho: Práticas

Aula 8 –  Criação e crítica- reflexões sobre o papel do crítico literário, Eduardo Coutinho

Aula 9 – A máquina do mundo, de Drummond: na interpretação de José Guilherme Merquior (texto na pasta 541b) + o poema, que está em drummond-claro-enigma

Aula 10 – A máquina do mundo, de Drummond: na interpretação de Alfredo Bosi (texto na pasta 541b)

Aula 11 – A máquina do mundo, de Drummond: na interpretação de Silviano Santiago (silviano-santiago-camc3b5es-e-drummond)

julho: Trabalhos

Aula 12 – Ensaio de (não) interpretação: A quinta história, de Clarice Lispector e/ou A terceira margem do rio, de Guimarães Rosa João Guimarães Rosa – Primeiras EstóriasClarice Lispector: A Quinta História

Aula 13 – Ensaio de (não) interpretação: Diante da lei, de Kafka ( Diante_da_lei)

Aula 14 – Ensaio de (não) interpretação: O sul, de Borges (Ficções_Borges)

Aula 15 – Avaliação final

Todos os textos se encontram na pasta da disciplina (541b) na copiadora do andar 11.

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Claro Enigma. Rio de Janeiro: Record, 2000.

BORGES, Jorge Luiz. Ficções. Trad. Carlos Nejar. São Paulo: Abril Cultural, 1972.

BOSI, Alfredo. Céu, inferno. São Paulo: Duas cidades, Ed 34, 2003.

COUTINHO, Eduardo F. Literatura Comparada — Reflexões. Rio de Janeiro: Anablume, 2014.

DERRIDÁ, Jacques. Essa estranha instituição chamada literatura. Trad. Marileide Dias Esqueda. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

HUBERMANN, Didi. O que vemos, o que nos olha. Trad. Paulo Neves. São Paulo: Ed 34, 1998.

KAFKA, Franz. Os contos. Vol. 1. Textos publicados em vida do autor. Trad. Álvaro Gonçalves, José Maria Vieira Mendes e Manuel Resende. Lisboa: Assírio & Alvim, 2004.

LISPECTOR, Clarice. Felicidade clandestina. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1987.

MERQUIOR, José Guilherme. Razão do poema. Ensaios de crítica e de estética. Rio de Janeiro: Topbooks, 1996.

RANCIERE, Jacques. Políticas da literatura. Tradução de Renato Capistrano para uso próprio em sala, cedido para esta disciplina. Trabalho de Pós-gradução. Não publicado.

ROSA, Guimarães. Primeiras histórias. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1962.

SANTIAGO, Silviano. “Camões e Carlos Drummond: a máquina do mundo”. In: Walty, Ivete Lara Camargos; Cury, Maria Zilda Ferreira (org.). Drummond: poesia e experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2002, p. 13-27.

SONTAG, Susan. Contra a interpretação. Trad. Ana Maria Capovilla. POA: L&PM, 1987.

UERJ Materiais de ensino de literatura

Professora Ieda Magri

Março: Aula 1- Apresentação da disciplina

As aulas 2 e 3 estão reservadas para leitura dos textos da etapa teórica.

Abril: Teorias

Aula 4 – O que é literatura? — AGAMBEN IL FUOCO E IL RACONTO

Aula 5 – Para quê literatura? — Compagnon, Antoine. Literatura, para quê pp. 35 a 68.

Aula 6 – Que literatura? — literaturas pos autonomas, Josefina Ludmer

Aula 7 – O que a literatura pode ensinar? — BARTHES, Roland. Aula

Aula 8 – O que o professor pode fazer? — Criação e crítica- reflexões sobre o papel do crítico literário, Eduardo Coutinho

Maio: Formação de repertório ou a tarefa da imaginação

Aula 9 –  Alguns contos contemporâneos: O Brasil é bom, Andre Santanna (Atenção: completar com textos da pasta 541a)

Aula 10 – Um romance contemporâneo: A costureira e o vento, de César Aira (O texto para leitura obrigatória está na pasta 541 a. Este aqui é uma complementação)  Aira DOSSIÊ Carlito Azevedo – 13 variações sobre César Aira

Aula 11-  Um texto de teatro contemporâneo: Dois amores e um bicho, de Gustavo Ott Dois amores e um bicho

Junho e julho: Trabalhos (três grupos, três temas, três tipos de materiais que respondam às motivações dos grupos)

Aula 12 – Apresentação 1

Aula 13 – Apresentação 2

Aula 14 – Apresentação 3

Aula 15 – Avaliação final

Passos para as apresentações

1 – Escolha de um tema de interesse do grupo (o tema pode ser uma forma de linguagem, por exemplo, quadrinhos, ou poesia contemporânea, ou as técnicas literárias da ficção; além de assuntos, como a situação política do país, a intolerância etc., a exemplo dos textos escolhidos para leitura no semestre).

2 – Escolha de materiais (os materiais podem ser livros, entrevistas, conversas, músicas, filmes etc.).

3 – Escolha de estratégias, metodologias e modos de uso dos materiais na abordagem dos temas.

A apresentação deve mostrar como foram discutidos os três passos, mostrar os materiais pesquisados e efetivamente mostrar a aula com os materiais escolhidos. Todos os participantes do grupo devem ser atuantes nas três etapas.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Il fuoco e il racconto. Roma: Nottetempo, 2014.

AIRA, César. Como me tornei freira seguido de A costureira e o vento. Trad. Angélica Freitas. Rio de Janeiro: Rocco, 2013.

COMPAGNON, Antoine. Literatura para quê?. Trad. Laura Taddei Brandini. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

LUDMER, Josefina. Aqui América latina. Uma especulação. Trad. Rômulo Monte Alto. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

BARTHES, Roland. Aula. Trad. Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Cultrix, 2008.

OTT, Gustavo. Dois amores e um bicho. Trad. Carlito Azevedo. Rio de Janeiro: Esem, 2012.

COUTINHO, Eduardo F. Literatura comparada — Reflexões. Rio de Janeiro: Anablume, 2014.

SANT’ANNA, André. O Brasil é bom. São Paulo: Cia das Letras, 2014.