Teoria 4 -(jan-jun 2017)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – UERJ
CULT – Departamento de Teoria Literária e Literatura Brasileira
Plano da disciplina: Teoria da Literatura 4
Professora: Ieda Magri
Semestre: 2016 / 2      (janeiro a junho de 2017)

(Textos na pasta da professora no xerox do andar 11 e em https://iedamagri.wordpress.com) É necessário estar com os textos na sala de aula, em todas as aulas.

Ementa: Estudo da narrativa a partir de autores contemporâneos latino-americanos e problematização dos conceitos de literatura e realidade. Discussão sobre sentido, interpretação e o papel da teoria e da crítica na atuação prática do aluno-pesquisador-crítico.

Aula 1: Apresentação da disciplina e discussão do trabalho do aluno como pesquisador/professor e crítico. Encaminhamento do trabalho a ser apresentado na aula 12, entregue na aula 13 e discutido nas aulas seguintes.

Bloco 1: a literatura e a teoria
Aulas 2 e 3: leitura e discussão de A confissão, de César Aira (Cap. 1 e 2) (apenas na pasta) Aqui em espanhol: Aira-Cesar-La-Confesion
Aula 4: O narrador, de Walter Benjamin: BENJAMIN, Walter_O narrador (._.)
Aula 5: O narrador pós-moderno, de Silviano Santiago: silviano-santiago-nas-malhas-da-letra
Aula 6: O boxeador polaco e o Discurso de póvoa, de Eduardo Halfon (apenas na pasta)
Aula 7: Linguagem, sentido e interpretação (Cap 4), de Teoria Literária, uma introdução, de Jonathan Culler: CULLER__Jonathan
Aula 8: A narrativa (Cap 6), de Teoria Literária, uma introdução, de Jonathan Culler (no link anterior)

Bloco 2: o laboratório crítico
Aula 9: Criação e crítica: reflexões sobre o papel do crítico literário, de Eduardo F. Coutinho: Criação e crítica- reflexões sobre o papel do crítico literário, Eduardo Coutinho
Aula 10: Texto (teoria do), de Roland Barthes: (apenas na pasta)
Aula 11: Crítica política, de Terry Eagleton (conclusão de Teoria Literária, uma introdução): Critica-Politica-Terry-Eagleton

Aula 12: discussão sobre os trabalhos: apresentação oral das propostas dos alunos
Aula 13: Entrega dos trabalhos escritos  (primeira avaliação)
Aulas 14 e 15: discussão e reescrita dos trabalhos a partir dos problemas que apareceram na leitura e conversas sobre os textos ficcionais (ver passo 3, abaixo) (segunda avaliação).

Aula 16: avaliação final do curso e terceira avaliação
(Obs.: 4 faltas reprovam)

Passos para a parte prática deste curso (ou como pensar o trabalho):
1 – Qual questão que está sendo trabalhada no curso coloca problemas que você gostaria de investigar? Ou seja: alguma coisa discutida no curso merece ser aprofundada por você? Daria algum prazer estudar essa questão?

2 – Sua questão pode nascer do embate entre os textos teóricos estudados na disciplina e sua aplicação ou impossibilidade de aplicação numa narrativa de sua escolha; ou do embate entre duas ou mais visões teóricas sobre o trabalho com a literatura; ou de sua leitura, análise e interpretação de um dos textos ficcionais estudados no curso de acordo com um ou mais dos textos teóricos estudados.

3 – Sugestões de textos ficcionais para o trabalho final:
César Aira: Como me tornei freira; A costureira e o vento
Borges: qualquer conto de Ficções
Bolaño: qualquer conto de Chamadas telefônicas ou de Putas assassinas ou um dos romances: Amuleto; Noturno do Chile; Estrela distante; Detetives Selvagens; 2666
Lina Meruane: Sangue no olho (romance)
Mário Bellatin: Cães heróis (novela)
Obs.: Não estão na pasta, nem no blog. Use uma biblioteca ou um sebo ou uma livraria.

Bibliografia principal
AIRA, César. A confissão. Trad. Hugo Almeida, Ieda Magri, Juliana Ribeiro, Mariana Teixeira. Sem publicação.
BARTHES, Roland. Inéditos – vol 1 – teoria. Trad. Ivone Castilho Benedetti. São Paulo: Martins, 2004.
BENJAMIN, Walter. “O narrador”. In: Magia e técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. (Obras Escolhidas; v. 1).
COUTINHO, Eduardo F. Literatura Comparada — Reflexões. Rio de Janeiro: Anablume, 2014.
CULLER, Jonathan. Teoria literária: uma introdução. Tradução de Sandra Guardini T. Vasconcelos. São Paulo: Beca Produções Culturais, 1999.
EAGLETON, Terry. Ideologia. Trad. Silvana Vieira. São Paulo: Unesp/Boitempo, 1997.
HALFON, Eduardo. O boxeador polaco. Trad. Lui Fagundes. Rio de Janeiro: Rocco, 2014.
SANTIAGO, Silviano. Nas malhas da letra. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

A outra bibliografia
AIRA, César. Como me tornei freira, seguido de A costureira e o vento. Trad. Angélica Freitas. Rio de Janeiro, Rocco, 2013.
BELLATIN, Mário. Cães heróis. Trad. Joca Wolff. São Paulo: Cosac Naify, 2011.
BOLAÑO, Roberto. Chamadas telefônicas. Trad. Eduardo Brandão. Rio de Janeiro: Cia. Das Letras, 2012.
BOLAÑO, Roberto. 2666. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
BOLAÑO, Roberto. Estrela distante. Trad. Bernardo Ajzenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
BOLAÑO, Roberto. Amuleto. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
BOLAÑO, Roberto. Os detetives selvagens. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
BOLAÑO, Roberto. Noturno do Chile. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
BOLAÑO, Roberto. Putas assassinas. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
BORGES, Jorge Luis. Ficções. Trad. Carlos Nejar. Porto Alegre: Ed. Globo/Digital Source, 1994.
MERUANE, Lina. Sangue no olho. Trad. Josely Vianna Baptista. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s